ARTIGOS

Dez Lições Que Aprendi Com Os Anjos

1 – Viva com integridade
Os anjos me disseram: “Passe o seu tempo fazendo atividades que se equiparem as suas intenções mais elevadas. Deixe ir coisas que a sua intuição lhe induza a renunciar. Estas coisas podem então ser curadas, de modo que possa apreciá-las, ou a atividade será facilmente afastada.
Os anjos me incitaram a confiar em meu coração. Eles me garantiram que eu estaria segura em me desligar do trabalho que não se equiparava aos meus verdadeiros interesses. Rapidamente eu percebi que os anjos estavam certos!
2 – Há somente o agora
“Você é completo e íntegro agora. Não lance os olhos no que o amanhã possa trazer – isto implica que você é imperfeito ou que lhe falta algo agora, e que você estará completo quando algo chegar a sua vida no futuro.”

Continue lendo em Vida Plena & Bem Estar

Magnetismo pessoal

Cada criatura humana é um magneto que caminha pela Terra.
A Terra em si mesma é um grande corpo magnético. Mas, cada criatura humana é um corpo magnético sobre outro corpo magnético.
Cada qual de nós carrega a sua capacidade magnética, e essa capacidade magnética é assim chamada pelo poder de atrair que cada um de nós detém.
Essa experiência o ser humano alcançou, graças a essas experiências remotas que vimos trazendo ao longo da evolução dos seres, dos mundos, dos planetas, desde quando o átomo é dotado de uma capacidade de atrair as partículas ao seu redor, desde que o núcleo atômico se tornou responsável por atrair a sua volta a nuvem de elétrons, até a criatura que atrai a sua volta um conjunto de pessoas.

Continue lendo em FEP

Perdoar é a verdadeira chave para ser próspero

Muitas pessoas têm dificuldade em perdoar: perdoar a si mesmas, perdoar aos outros, porque realmente passaram por situações muito difíceis. Mas não tem como alguém ser feliz guardando mágoas, rancores e tristezas dentro de si, por isso que o perdão é fundamental.
Limpar a estrada é limpar o passado, é aprender a se desconectar do passado e olhar para frente. É muito nocivo guardar raiva, medo, mágoa, tristeza, remorso e arrependimento dentro de si, faz mal não perdoar e não ser perdoado. É imprescindível perdoar e se desligar do passado, porque não há como chegar à prosperidade a não ser pelo caminho do perdão. Comece a perdoar aos poucos. O perdão se dá em vários níveis:

  • Passe do estágio “Eu não posso nem ver aquela pessoa” para “Agora eu já consigo olhar para ela”;
  • Depois avance mais uma casa “Agora eu já consigo conversar com ela”;
  • E siga em frente “Agora eu já consigo perdoar”.

Continue lendo em Luz da Serra

Bondade e Compaixão

Hoje, enfrentamos muitos problemas. Alguns são criados essencialmente por nós mesmos, com base em diferenças de ideologia, religião, raça, situação econômica ou outros fatores. Chegou, portanto, o momento de pensarmos em níveis mais profundos. Em nível humano, condição essa que deveremos apreciar e respeitar em todos os que nos cercam. Devemos construir relacionamentos baseados na confiança mutua, na compreensão, no respeito e na solidariedade, independentemente de diferenças culturais, filosóficas ou religiosas.

Continue lendo em Dalai Lama

As emoções

A palavra emoção provém do verbo emovere, que significa mover ou movimentar, sendo, portanto, qualquer tipo de sentimento que produza na mente algum tipo de movimentação, que tanto pode ser positiva, negativa ou mesmo neutra.
O importante na ocorrência do fenômeno da emoção são o seu propósito e as suas consequências. Quando se direciona ao bem-estar, à paz, à alegria de viver e de construir, contribuindo em favor do próximo, temo-la como positiva ou nobre, porque edificante e realizadora. No entanto, se inquieta, estimulando transtorno e ansiedade, conduzindo nossa mente a distúrbios de qualquer natureza, temo-las negativa ou perturbadora, que necessita de orientação e equilíbrio.

Continue lendo em Divaldo Franco

Como perdoar alguém que me decepcionou?

O perdão é imprescindível para manter a paz com o grupo e consigo. Mas perdoar não é esquecer os erros do outro ou apagar da memória os fatos, pois não é possível apagar da memória a história. Perdoar é muito mais que isso: é permitir que sua relação com quem errou esteja pautado pelo bem que ela é capaz de fazer e não pelo erro que ela fez.

Para isso é preciso ter a capacidade de reconhecer o lado bom que o outro possui. O problema é quando não conseguimos fazer essa conversão e ficamos amarrados ao problema acontecido. Dificuldade de perdoar diz respeito à capacidade de amar: quanto mais amo, mais perdoo.

Continue lendo em Catequese Católica

A força do espírito


Dr. Abraham J. Twerski

“Eu sempre acreditei que a maioria das pessoas possui personalidade, força e recursos suficientes para lidar com os desafios da vida. Se falhamos, é porque não temos consciência da nossa capacidade e de nossos recursos. No meu contato com os pacientes, sempre trabalho no sentido de fazer com que descubram sua força e também mostrar-lhes que, às vezes, é preciso buscar uma ajuda externa com pessoas com as quais possam compartilhar suas experiências. Com isso, sentem-se iguais e não inferiorizados por estarem nessa situação. Instituições como a AAA desempenham um papel muito importante neste contexto, pois, além de estimularem a autoajuda, enfatizam a igualdade entre todos os membros. Lá, todo mundo é igual, todo mundo tem um problema que pode resolver e todo mundo precisa de ajuda. Isto se chama ‘compartilhar’ e, de modo geral, as pessoas dependentes são solitárias. O fato de compartilhar traz resultados positivos”.

Leia a matéria completa em Morashá